Portal do Governo Brasileiro

OK

23/06/2010
Hage vai discursar em evento promovido pela ONU em Nova York

O ministro-chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, participa nesta semana, em Nova York, nos Estados Unidos, de dois eventos promovidos pelo Pacto Global (Global Compact), uma iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) para empresas que se comprometem a alinhar suas operações e estratégias com 10 princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção. Do Brasil, participam, por exemplo, Petrobrás e Instituto Ethos.

Primeiro, já nesta quarta-feira (23), Hage discursará na Sessão Ministerial (Ministerial Session) sobre como a corrupção impede a redução da pobreza, expondo o que o governo brasileiro tem feito no combate à corrupção. Presidida pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, a Sessão Ministerial reunirá altas autoridades para discutir como os Governos podem promover esforços do setor privado de maneira a garantir que mercados, comércio, tecnologia e mercado financeiro avancem no sentido de beneficiar economias e sociedades em todos os lugares.

Durante o evento, serão debatidos também os resultados de uma pesquisa feita pela Bertelsmann Foundation para o Pacto Global sobre o papel dos governos na promoção da responsabilidade corporativa e no engajamento do setor privado para o atendimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. (Clique aqui para saber mais sobre esses objetivos)

A pesquisa conta com três exemplos de iniciativas brasileiras na promoção da responsabilidade corporativa: os seminários regionais com empresas sobre medidas anticorrupção organizados pela CGU; a parceira da CGU com o Instituto Ethos; e a Declaração de Elaboração Independente de Proposta do Ministério do Planejamento; que a CGU já adota em suas licitações.

Leaders Summit

Hage vai participar também, nos dias 24 e 25 deste mês, de uma reunião com representantes de governos, setor privado e organizações internacionais, cujo objetivo é promover a construção de uma nova era de sustentabilidade, na qual questões ligadas a meio ambiente, questões sociais e de governança sejam fortemente integradas às práticas comerciais. A reunião (Leaders Summit), que também será presidida pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, deve contar com a participação de cerca de mil líderes globais.

As discussões serão conduzidas a partir de três grandes temas: criação da agenda de sustentabilidade; liderança para mudanças; e alcançando o desenvolvimento. Cada tema incluirá a discussão sobre os 10 princípios do Pacto Global – um desses princípios refere-se ao combate à corrupção e ao suborno.

 

Assessoria de Comunicação Social
Controladoria-Geral da União

voltar para o menu acessível